1 de Março, 2024

Insurgente é um adjectivo que qualifica quem está revoltado ou resignado com uma causa qualquer.

O termo costuma ser usado como sinónimo de rebelde para fazer referência a quem manifesta oposição à autoridade.

O insurgente pode manifestar a sua oposição à ordem em vigor de diversas formas. A forma mais subtil ou leve pode ser a desobediência civil (não pagar os impostos, não votar apesar de ser obrigatório, etc.).

Pode-se dizer que insurgente é quem participa em rebeliões.

Regra geral, a insurgência é um delito já que, ao opor-se à autoridade, o insurgente também se opõe à lei. De qualquer forma, é importante destacar que existe o direito de rebelião ou o direito à resistência, reconhecido como uma faculdade dos povos face aos governos ilegítimos.

É importante mencionar que o autoritarismo é uma maneira de exercer autoridade que transcende o sistema de governo. Uma ditadura sempre será autoritária porque, com sua mera permanência no poder, viola as leis e a vontade popular. Um governo democrático, no entanto, também pode exercer o autoritarismo.

Um presidente democrático que governa por meio de decretos, usa a mídia estatal para criticar opositores, não dialoga com jornalistas e reprime protestos sociais com o uso de forças de segurança é um agente que exerce poder com autoritarismo.

Além da política, o autoritarismo pode aparecer nas relações sociais realizadas por indivíduos que não estão na mesma posição em termos de poder. Um homem é autoritário com sua esposa e filhos quando toma todas as decisões familiares sozinho, sem ouvir ninguém. O dono de uma empresa, por sua vez, exerce autoritarismo se não permite que seus empregados se expressem sobre as condições de trabalho ou sobre questões inerentes ao funcionamento da empresa.

Por isto tudo , e por viver-mos cada vez mais num mundo a beira do precipicio, nasceu o insurgente.!

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *